Cotidiano

Dia Nacional da Saúde: A História de Oswaldo Cruz e a Doença Renal Crônica

Fonte: Freepik

Por: Psic. Jéssica Caroline Santos

O dia Nacional da Saúde foi instituído em 05/08/1967 através da lei 5.352. A finalidade foi promover a educação sanitária e despertar, no povo, a consciência do valor da saúde. É importante destacar que essa celebração corresponde a data de nascimento do médico e sanitarista Oswaldo da Cruz.

 No começo do século XX o Brasil foi assolado pelas epidemias de peste bubônica, febre amarela e varíola. Um dos principais personagens que contribuiu para a erradicação dessas doenças transmissíveis foi Oswaldo Cruz. O médico havia se especializado no Instituto Pasteur, em Paris, adquirindo inúmeros conhecimentos a respeito da bacteriologia. Desse modo, iniciou-se a criação do Instituto Soroterápico Federal (1900), para que o Brasil pudesse produzir seu próprio soro de tratamento dessas epidemias. No decorrer dos anos, ocupou importantes cargos públicos como: Diretor-Geral da Saúde Pública.

Organizou os primeiros movimentos de combate ao foco de mosquitos e colaborou com o decreto que tornaria a vacina obrigatória. Esse evento provocou a rebelião da população que consideravam uma invasão de suas casas e uma vacinação forçada, o que ficou conhecido como a Revolta da Vacina. Dirigiu inúmeras campanhas pelo Brasil de combate de doenças endêmicas. Oswaldo Cruz sofria de insuficiência renal crônica e morreu devido uma crise de uremia (BRITTO, 1995).

Morreu Oswaldo Cruz!… Segundo sua biografia a doença do Oswaldo iniciou com uma Nefrite, um processo inflamatório, retirando-o das suas atividades laborais e o deixando deprimido. Recusou tratamento, mas manteve algumas recomendações de saúde. Destaca-se que seu pai também morreu da mesma enfermidade.

Pensando na rápida evolução da doença de Oswaldo Cruz, é necessário retomar ao objetivo do dia Nacional da Saúde e conscientizarmos a população sobre a prevenção e tratamento da Doença Renal Crônica. Os sintomas ou moléstias mais conhecidos são: hipertensão arterial, urina com sangue, urina com espuma (presença de proteínas na urina), edemas, eliminação de urina muito clara (como água), anemia (palidez, cansaço, dor no peito e sonolência). Demais informações e contatos podem ser encontradas na página da Fundação Pró – Renal: http://www.pro-renal.org.br/index.php.

Desse modo, essa data precisa ser lembrada pela luta de vários personagens além do Oswaldo Cruz em desenvolver um sistema de saúde adequado e eficaz as demandas do Brasil. Além do mais, a crise do sistema de saúde tem provocado o fechamento de inúmeras clínicas de hemodiálise pelo país, deixando o paciente renal sem opções para tratamento.

Outro fator importante é estimular cada vez mais a conscientização da população em adotar hábitos mais saudáveis de saúde, alimentação, exercícios físicos e o acompanhamento de exames essenciais na identificação de doenças como a insuficiência renal. Á vista disso, o papel de cada individuo é com a sua saúde e também na luta pela preservação do sistema de saúde brasileiro. Essas são algumas possibilidades de ações, assim, trajetórias como de Oswaldo Cruz não seriam interrompidas na presença de tais doenças oportunistas.

Referências bibliográficas: BRITTO, Nara. Oswaldo Cruz: a construção de um mito na ciência brasileira. Editora Fiocruz, 1995.

Leave a Reply

Theme by Anders Norén