Cotidiano

A Epidemia de Febre Amarela: Informe-se!

Fonte da imagem: www.google.com.br/search?q=febre+amarela&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwj5tLHm-8jZAhWCmVkKHddEBm0Q_AUICygC&biw=1366&bih=662#imgrc=SX6-I6osmz7HTM:

por: Luana Santi

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou o surto de febre amarela junto a America do Sul. Historicamente, a doença teve seu primeiro registro no Brasil em 1685, através de uma embarcação vinda da África para o Recife.

Existem dois ciclos epidemiológicos na doença:

Silvestre: no Brasil, participam deste ciclo os vetores dos gêneros Haemagogus e Sabethes. Os macacos (primatas não humanos) são os principais reservatórios do vírus, e o homem é considerado hospedeiro acidental neste ciclo. Além de serem tão vítimas quanto os seres humanos, macacos e outros mamíferos auxiliam na detecção precoce de possíveis surtos da doença. Matá-los é uma brutalidade injustificável. Urbano: os principais vetores são do gênero Aedes; único hospedeiro é o homem, mas não se registram casos de febre amarela transmitida em ciclo urbano desde o ano de 1942” (Ballalai, 2017).

De acordo com a Sociedade Brasileira de infectologia, “a febre amarela é uma doença infecciosa não contagiosa causada por um vírus do gênero Flavivirus da família Flaviviridae”. Além disso a proliferação da doença ocorre em florestas tropicais e tem atingido com maior intensidade o público masculino economicamente ativo (SBI, 2017).

Os primatas (essencialmente macaco guariba e prego) são os principais hospedeiros do vírus, ou seja, não é o mamífero quem causa a febre amarela, mas sim o vírus que por ele é hospedado (SBI, 2017).

voce_sabia

Fonte da imagem: https://santoantoniodopinhal.sp.gov.br/site/campanha-de-prevencao-contra-febre-amarela/

Há casos em que a doença se manifesta de maneira leve, na qual há somente uma dor de cabeça com durabilidade, em média, de dois dias. Em sua manifestação moderada são observadas dores de cabeça, febre, dores musculares, nas articulações e hemorragias. Enquanto que a forma grave da doença se manifesta através da acentuação dos sintomas anteriormente mencionados, acompanhados de sangue nas fezes, sinal de faget e presença de sangue no vômito (SBI, 2017).

Salienta-se que a vacinação deve ser realizada somente pela população que reside ou está viajando pelas áreas de risco, do contrário não é recomendada. Além disso há maiores recomendações:

indicacao febre amarela

Fonte: Sociedade brasileira de infectologia, 2017

Quantos aos possíveis efeitos adversos causados pela vacinação:

efeitos adersos febre amarela

Fonte: Sociedade brasileira de infectologia, 2017

Em caso de suspeitas, procure urgentemente ajuda médica!

 

Referências:

Sociedade Brasileira de Infectologia. Febre amarela – informativo para profissionais de saúde, 2017.

Isabella Ballalai. Febre Amarela | Atualizações nas Recomendações de Vacinação

 

Leave a Reply

Theme by Anders Norén