Cotidiano

Documentário Extremis: Recomendação de Filme

Por: Thaís Malucelli Amatneeks

 

Produzido pela Netfix, Extremis é um documentário breve e emocionante que retrata a difícil decisão de médicos e familiares sobre a continuidade de vida dos pacientes que estão na UTI.

A questão que permeia as histórias apresentadas no documentário, trata-se de até que ponto vale prolongar a vida de uma pessoa com a ajuda de aparelhos?

Extremis aborda o tema de maneira rápida, trazendo diversos exemplos de diferentes atitudes tomadas, não pretendendo assim dar uma conclusão pronta para o espectador sobre certo e errado. Sua proposta é um convite à reflexão do tema: O que você faria se tivesse que decidir sobre a continuidade da vida de alguém de modo artificial?

extremisAtravés de diferentes histórias, o documentário apresenta duas posições sobre a morte e o morrer no hospital. A primeira delas é em relação à Ortotanásia, termo utilizado para definir a morte natural, digna, sem sofrimento, e sem métodos extraordinários de suporte a vida em pacientes irrecuperáveis. E a outra abordada é em relação à Distanásia, termo que defende que todas as possibilidades devem ser utilizadas para prolongar a vida de um ser humano, ainda que a cura não seja uma possibilidade e o sofrimento se torne demasiadamente penoso.

Assuntos como esse não são para serem decididos nos cerca de 20 minutos do documentário, mas sim para serem refletidos e debatidos através de diversas opiniões, e repensado ao longo dos anos. Através desse documentário vemos como é importante que o assunto seja tratado em família, para que os desejos do final da vida sejam atendidos.

      Se você tem interesse pelo tema, esses outros filmes também levantam o debate sobre “boa morte”:

Leave a Reply

Theme by Anders Norén